Fernando Pessoa

Fernando Pessoa

Offline
Última vez online: 7 years 4 semanas atrás
Membro desde: 10/11/2012 - 18:46
Pontos: 19

Género

Idade

Cidade

País

PT Portugal

Tipo de Membro

Sobre mim

Fernando António Nogueira Pessoa (Lisboa, 13 de Junho de 1888 — Lisboa, 30 de Novembro de 1935), mais conhecido como Fernando Pessoa, foi um poeta, filósofo e escritor português.
É considerado um dos maiores poetas da Língua Portuguesa, e da Literatura Universal, muitas vezes comparado com Luís de Camões. O crítico literário Harold Bloom considerou a sua obra um "legado da língua portuguesa ao mundo".

Obras literárias

A obra ortónima de Pessoa passou por diferentes fases, mas envolve basicamente a procura de um certo patriotismo perdido, através de uma atitude sebastianista reinventada. O ortónimo foi profundamente influenciado, em vários momentos, por doutrinas religiosas (como a teosofia) e sociedades secretas (como a Maçonaria). A poesia resultante tem um certo ar mítico, heróico (quase épico, mas não na acepção original do termo) e por vezes trágico. Pessoa é um poeta universal, na medida em que nos foi dando, mesmo com contradições, uma visão simultaneamente múltipla e unitária da vida. Uma explicação para a criação dos três principais heterónimos e o semi-heterónimo Bernardo Soares, reside nas várias formas que tinha de olhar o mundo, apoiando-se no racionalismo e pensamento oriental.
O ortónimo é considerado, só por si, como simbolista e modernista pela evanescência, indefinição e insatisfação, bem como pela inovação praticada através de diversas sendas de formulação do discurso poético (sensacionalismo, paulismo, interseccionismo, etc.)
Fernando Pessoa foi marcado também pela poesia musical e subjectiva, voltada essencialmente para a metalinguagem e os temas relativos a Portugal, como o sebastianismo presente na principal obra de "Pessoa ele-mesmo", Mensagem, uma coletânea de poemas sobre as grandes personagens históricos portugueses. Publicado em 1934, apenas um ano antes da morte do autor, este foi o único livro de Fernando Pessoa em Língua Portuguesa editado em vida. Foi contemplado com o Prémio Antero de Quental, na categoria de «poema ou poesia solta», do Secretariado da Propaganda Nacional (SPN).

Conteúdo do membro

Título Género
O Gênio, o crime a loucura... : Meme de...
31/07/2013 - 01:21
Fernando Pessoa
Fotografia
Leituras: 2,470
Comentários: 0
Nós nunca nos realizamos- Meme de Fernan...
31/07/2013 - 01:05
Fernando Pessoa
Fotografia
Leituras: 2,816
Comentários: 0
O que Me Dói não É
13/11/2012 - 23:40
Fernando Pessoa
Fotonovela
Leituras: 3,657
Comentários: 2
Intervalo
12/11/2012 - 23:27
Fernando Pessoa
Spoken word
Leituras: 3,344
Comentários: 2
Sorriso Audível das Folhas
11/11/2012 - 00:37
Fernando Pessoa
Poema
Leituras: 1,755
Comentários: 1
Tenho Tanto Sentimento
11/11/2012 - 00:36
Fernando Pessoa
Poema
Leituras: 1,483
Comentários: 1
Teus Olhos Entristecem
11/11/2012 - 00:04
Fernando Pessoa
Poema
Leituras: 1,534
Comentários: 1
Tomamos a Vila depois de um Intenso Bomb...
10/11/2012 - 23:59
Fernando Pessoa
Poema
Leituras: 1,446
Comentários: 1
Vaga, no Azul Amplo Solta
10/11/2012 - 19:09
Fernando Pessoa
Poema
Leituras: 1,644
Comentários: 2

Pages

Subscribe to Conteúdo do membro