ÓBVIO

Tão simples: quem não mata não
Morre nem (re)nasce, vive eternamente,
Que é viver sem ego o presente,
Respirar profundamente continuadamente.
.
Benditos(as) os libertos(as) de todo o
Egoísmo, de todo o apego, de toda a dualidade,
Sinceros(as), bem intencionados(as), não precipitados(as),
Pacientes, altruístas, integrados(as), realizados(as)
.
Sem veneno, sem presas, sem chifres,
Sem armas, sem inveja, sem cobiça,
Sem mentira, sem assédio, sem
Reprodução, sem preguiça…
.
Sem sexo, sem dor, sem medo,
Sem injusta agressão, sem parcialidade…
Com bondade, com conhecimento, com
Gentileza, com compaixão, com totalidade,
.
Com precisão, com cuidado, com devoção,
Com fé, com humildade, com respeito,
Com confiança, com atenção ao detalhe
Pormenorizado, com co-operacão, com perfeição.
.
No princípio o paraíso, no fim o milénio
E no meio, agora e sempre o Nirvana,
A total iluminação, o total desapego,
A total verdade, total felicidade!
.
Verdade total só com o preço
Do apreço, pago e não pago…
Total felicidade do dever cumprido,
Descanso merecido….

Género: 
Você votou 'Gosto'.