Perseverança do dia. Caso 01.

Perseverança do dia. Caso 01.
 
A criança possui 45 anos, sexo masculino, boa aparência, aparenta saúde. Adentrou o consultório reclamando de esquecimento e fadiga muscular, acredita que sua genealogia está comprometida. Demonstra forte ansiedade no movimento dos olhos, soa frio pelo pescoço e flexiona os dedos em círculos concêntricos.
Segundo a avaliação inicial, foi constatado que sua moral é grupal e sincroniza com o obrigatório. Contou brevemente sua rotina de trabalho, irrelevante, suas aulas de alguma coisa e sua dissertação final do dia 27 de novembro. Ofereci suporte de assentimento e gestos curtos no prólogo.
Sua agitação se estabilizou no prefácio, e, depois de uma investida rápida, questionei onde doía. Respondeu, sem qualquer certeza aparente, meus genes. Meus genes estão machucados confessou. Entendo. A introdução de cadeias de base não estão lhe auxiliando no sucesso, pensei.
Tradução, seu fracasso é culpa do Paulo, culpa do Cezar, culpa do Souza e da companhia das letras. Ele não entendeu. Expliquei que é muito comum o André, o Sáncres e o Pascoal formarem uma aliança editorial e prejudicarem a vida dos outros. Um olhar perplexo cruzou com os meus, um olhar de esclarecimento sobre a verdade.
Os culpados são os genes, eles destruíram sua genealogia, sua moral. Escreveram textos outros para além da sua capacidade de memória e cognição. Seu cansaço constante é o bem do enredo, sua fadiga é o mal necessário de sua humanidade. O sugaram e compeliram com a sua ciência, com sua obra, ainda que incompleta. O resultado foi o crepúsculo e o adoecimento.
O que devo fazer. Perguntou sem pronunciar palavras. Seja um ídolo, seja o Rubens, o anticristo que no final compete e comenta, que civiliza o Alberto, converte o Ribeiro e guia o Moura. Seus genes corrompidos de cultura são a extravagância e glória de sua descendência. As forças cósmicas e os valores da alma. Seja o labirinto do fracasso e saia daqui com a cabeça erguida para pisar sobre os túmulos de seus ancestrais.

 

Género: