Sejam bem educados

 

                                        Asneiras tu fá-las bem

Perde lá essa mania

Pois isso é muito feio

Tu saberás um dia.

A menina é teimosa

E é muito insistente

Mas tem bom coração

Dá brinquedos a toda a gente.

 

Carlitos, quando fores homem

Não queiras motas Ter

Olha que elas são um perigo

E tu tens muitos anos para viver.

 

Também quando tiveres carro

Conduz com precaução

Porque o volante de repente

Te pode fugir da mão.

 

Mas vê lá, tem cuidadinho

Não faças muitas asneiras

Namora com as meninas

Mas sempre com boas maneiras.

 

E tu menina

Abre bem esses olhinhos

Tem cuidado com cantigas falsas

De alguns rapazinhos.

 

Agarra-te bem aos livros

Para amanhã seres alguém

Para te defenderes na vida

Pois é para teu bem.

 

E aos vossos pais que vos criaram

Com sacrifícios e carinhos

Tratai-os com delicadeza

Quando eles forem velhinhos.

 

Ó, Sana, nas alturas.

Eu vos peço, ó meu Senhor

Que derrameis nos meus netinhos

Muita saúde e muito amor.

 

O dia do vosso nascimento

Foi um dia de alegria

Vossos pais e vossos avós

Nunca esquecerão esse lindo dia.

 

Fazei por sereis sempre bons

E terdes bom coração

Aqueles que vos ofenderem

Dai-lhes o vosso perdão.

 

Para também seres perdoados

Das vossas faltas um dia

E receberdes a linda coroa

De Jesus e sua Mãe Maria.

Com muita  alegria 

Vos desejo sonhos lindos

Quando a noite aparecer.

Sonhar com os Anjos

Que eles vos dão

Um lindo adormecer

Agora vou despedir-me

De todos vós com alegria

Guardai bem este poema

Para se lembrarem de mim um dia.

Autora  Maria Carmo

Género: 
Declamador: 
Você votou 'Gosto'.