Noite de chuva - Dilúvio

Sisters of Mercy - Temple of Love

E um pássaro livre de asas pretas tapou o céu
Como se todos os anjos da guarda descessem aos subterrâneos
E a noite cantou em negro o dilúvio de chuva de prata
Como se um coro de fogo de artifício tombasse na terra
E as trombetas nas muralhas tocaram rodos de água
Como se anunciassem o arrasto do vento longo e frio
E as mãos frias de coração quente caminharam entre enormes poças
como se os pés seguissem pegadas de sonhos concretos
E as quedas nas vestes saturadas esvoaçadas abanaram
como se numa meteorologia impetuosa de guerra em desafio.

Mas nem pedras negras, nem sombras escuras
Atingem o refúgio de brilho e cor.

Género: 
Você votou 'Não gosto'.

Comentários

Nossa! Muito bom, adorei!

Parabéns!