DUALIDADE

 

somos um em dois

paz e paixão

avesso e o direito

inverso e o perfeito

feijão e arroz

noite e dia

chuva e sol

pornô e a poesia

voz e o canto

maria e josé

ateu e a fé

furacão no arrasto

força mansa em mar revolto

a verdade e a mentira

o nú e o envolto

navio ancorado no porto

verso e reverso do corpo

o que não fica o que assume

o odor e o perfume

homem e  mulher

espíritos na dualidade

alma e carne na unicidade

começo e fim

somos apenas assim

                                        silute/billy brasil

                                           01/01/2013

 

 

 



 

 

 

 

 

 

Género: 
Você votou 'Gosto'.

Comentários

ASSIM É O AMOR: PERFEITO COMO SEU POEMA!!!!!!!!!!